Guia do funcionário remoto: Suporte técnico e boas práticas

Parte 4 de 4

Suporte técnico: com quem devo entrar em contato se algo der errado?

Diferente do suporte presencial, em que geralmente é mais rápido e fácil resolver um problema com acesso direto ao dispositivo necessário, o suporte remoto tende a trazer certas dificuldades e riscos.

Em primeiro lugar, os funcionários devem ter fácil acesso ao contato da pessoa responsável pela área de suporte caso precisem relatar um problema ou solicitar assistência. É importante ter essas informações armazenadas em vários dispositivos. Dessa forma, se um não estiver disponível, os detalhes do contato permanecerão acessíveis.

O mesmo se aplica aos contatos dos responsáveis quando há um incidente de segurança, como um roubo ou perda de dispositivo. Neste caso, é de extrema importância notificar o funcionário o mais rápido possível. Isso fará com que a equipe de TI tenha tenho suficiente para agir de forma rápida e executar os protocolos de segurança necessários para prevenir que a informação seja comprometida.

Muitas empresas usam o RDP (Remote Desktop Protocol) para fornecer aos técnicos de TI acesso remoto aos dispositivos da empresa. Várias ferramentas de RDP estão disponíveis de forma gratuita e podem ser usadas por qualquer pessoa. É importante estar ciente de que existem vários truques de RDP, nos quais os invasores procuram convencer os usuários de que há um problema no computador, o que requer suporte técnico e acesso ao RDP, sendo um alerta falso.

Sendo assim, não importa qual seja a situação, sempre entre em contato com a equipe de suporte técnico da empresa e verifique se realmente desejam acessar o seu dispositivo. Não permita o acesso remoto de nenhuma pessoa desconhecida ou suspeita.

Também recomendamos prestar atenção às ações executadas pela pessoa de suporte em sua equipe, mesmo se você não tiver conhecimento técnico, pois é sua responsabilidade garantir que elas não acessem informações confidenciais durante o processo. Se necessário, você pode desconectar o seu roteador doméstico - uma solução rápida para desconectar o RDP.

Boas práticas

Já que estamos vivendo uma época em que o trabalho remoto é amplamente praticado, a segurança das informações comerciais depende mais do que nunca dos cuidados dos funcionários. Com o objetivo de mitigar riscos, as empresas devem seguir algumas boas práticas de segurança:

- Criptografar as informações armazenadas nos dispositivos corporativos

- Instale o software de segurança do terminal nos computadores e mantenha-o atualizado

- Mantenha os dispositivos (também) atualizados, incluindo sistema operacional e aplicativos

- Proteja e configure corretamente as redes domésticas

- Ao conectar-se a uma rede pública ou ponto de acesso Wi-Fi, sempre use uma VPN para evitar acessos de terceiros a informações confidenciais

- Faça o backup de informações sensíveis e importantes periodicamente

- Proteja os dispositivos com senhas e evite deixá-los sem uso após o login

- Ative a proteção anti-furto em seus computadores

- Implemente o duplo fator de autenticação para proteger suas contas críticas

- Tenha sempre em mãos as informações de contato do suporte técnico e relate qualquer incidente de segurança o mais rápido possível

- Mantenha-se atualizado sobre as ameaças e golpes mais recentes, acompanhando as notícias no WeLiveSecurity

Conclusão

Neste guia, analisamos os riscos envolvidos no trabalho remoto e as maneiras pelas quais as empresas podem otimizar significativamente o comportamento dos funcionários para mitigar esses riscos e melhorar a segurança das comunicações em redes remotas.

Tendo em conta o avanço dos dispositivos 5G, IoT e outras tecnologias - juntamente com a situação de isolamento social causado pelo COVID-19, o acesso remoto às informações pelos funcionários que trabalham em casa é, sem dúvida, uma preocupação central das empresas.

O funcionário remoto tornou-se uma peça fundamental no gerenciamento da segurança da informação e nos processos de seus negócios. Para enfrentar novos desafios, as organizações devem ter políticas claras para gerenciar informações e ferramentas apropriadas para permitir que os funcionários realizem suas atividades com segurança.

Modificar a maneira de trabalhar em uma empresa deve envolver toda sua equipe, e isso leva tempo. Mas com o treinamento certo, os funcionários podem entender rapidamente os riscos do trabalho remoto e saber como evitá-los ou combatê-los. Confiamos que este guia tenha alcançado esse objetivo.

Deseja acesso a mais recursos de teletrabalho para seus gerentes e funcionários de TI?

CLIQUE AQUI

Série "Guia do funcionário remoto":

Parte 1: Riscos, ameaças e políticas corporativas

Parte 2: Ferramentas de trabalho

Parte 3: Conexão de rede

Parte 4: Suporte técnico e boas práticas