Os riscos de não proteger seus dispositivos móveis em 2019

Seguinte

Quantas vezes ao dia você utiliza seu celular? E quantas vezes ao dia você pensa na segurança de seu telefone? Podemos facilmente dizer que esse número será bem diferente um do outro, mas devemos proteger nossa constante companhia e o que se tornou o melhor amigo do homem – nosso smartphone.

Quais são os riscos?

Pesquisas mostram que o tráfego de dispositivos móveis representa agora 52% de todo o uso da Internet no mundo, mas por algum motivo nós ainda preferimos proteger nossos computadores do que nossos celulares. E quanto mais pessoas utilizam celulares de trabalho para questões pessoais, ou suas empresas deixam seus funcionários trazerem seus próprios dispositivos (BYOD por suas siglas em inglês), os comportamentos online também podem ter grandes consequências no ambiente de trabalho. Oitenta e dois por cento dos profissionais em cibersegurança previram que dispositivos IoT desprotegidos, incluindo telefones e tablets, causarão fuga de dados no nível das organizações, mais uma vez destacando esse problema ao redor do mundo.

Percepção da ESET

Previamente neste ano, a ESET realizou pesquisas no panorama de segurança para dispositivos móveis no Reino Unido, particularmente em tarefas realizadas no dia a dia. Uma descoberta surpreendente centrada nas tradições de Ano Novo, mostrou que quase um terço (31%) da população do Reino Unido fazem resoluções a cada ano, sendo assim, ela poderiam estar em risco, digitalmente falando, com o objetivo de cumprir com suas metas. Muitas pessoas reportaram comportamentos que poderiam torna-las vulneráveis, devido a pressões online a partir de ofertas para ajuda-los a atingir seu objetivo de maneira rápida.
2.000 usuários de Android foram entrevistados sobre seus planos para 2019, com as maiores metas centradas em perder peso ou ficar em forma (64%), ter um estilo de vida mais saudável (50%) e guardar dinheiro (48%). Outros estavam procurando por mais viagens (24%), conseguir um novo emprego (21%) e encontrar amor (12%). No entanto, quase um em cada três (27%) sentiram uma certa pressão a partir de ofertas que diziam ‘somente hoje’ ou ‘solução rápida’ para ajudarem a atingir suas metas. Em uma tentativa de alcançar o sucesso, muitos dos que responderam, alegaram que considerariam fazer o download de um novo aplicativo (29%), entrariam em um concurso online (28%) e seguiriam em frente para realizar um negócio recebido por e-mail (16%).

No entanto, somente quatro em cada dez (39%) garantiram que possuíam software antivírus em seu celular, deixando 61% potencialmente vulneráveis. Enquanto essas ofertas parecem ser milagrosas, e é mais fácil clicar no momento em que se deseja uma solução rápida, clicar links inseguros ou inserir seus dados online pode tornar você em uma vítima dos cibercriminosos e deixar suas informações pessoais em risco. Desse modo, é crucial considerar como proteger da melhor forma seu dispositivo e, ainda mais importante, proteger a você mesmo.

Protegendo-se na esfera digital

Como devemos nos proteger? Os especialistas da ESET recomendam estar atentos a ataques de phishing na forma de “soluções rápidas” e ter cuidado com ofertas em redes sociais, mesmo se parecem legítimas. Se você está visitando um site de uma nova marca, faça sua lição de casa e veja resenhas e comentários de sites confiáveis. E, é claro, a coisa mais importante que você pode fazer é baixar um software antivírus, incluindo smartphones e tablets.

Um exemplo é o ESET Mobile Security, um poderoso aplicativo antivírus que protege dispositivos android contra ameaças à informação. A versão gratuita inclui proteção antivírus com escaneamento em tempo real e relatórios de segurança, assim como suporte para tablete e bloqueamento remoto.

Descubra o ESET Mobile Security Premium

Utilizar proteção antivírus, enquanto presta atenção em dicas sobre como se proteger online, é uma forma importante de garantir que você esteja seguro no mundo digital. No entanto, ao investir em proteção futura, os usuários podem aproveitar outros benefícios.

Por exemplo, uma atualização para o ESET Mobile Security Premium inclui proteção adicional como o Connected Home Monitor, uma característica que ajuda na proteção contra possíveis riscos da Internet das Coisas (IoT). Ele realiza um escaneamento da rede designada dando aos usuários avisos sobre dispositivos que não estão seguros, além de possíveis problemas de segurança. A versão Premium ainda oferece bloqueio de aplicativo e tecnologia antifurto proativa – assim como proteção contra esquemas de e-mail por meio da tecnologia anti-phishing da ESET.

Com os inúmeros benefícios que eles nos oferecem e pelo uso que deles em nossas vidas, é mais importante do que nunca garantir uma sólida proteção para seus dispositivos móveis. Estar atualizado sobre os últimas novidades também uma boa alternativa para continuar protegido, então por que não visitar o WeLiveSecurity, nosso portal de notícias em segurança da informação totalmente em português.

Créditos da Imagem: BiljaST @ Pixabay