Top 10 ameaças mais propagadas no mês de fevereiro

Seguinte

Se você é um leitor frequente do nosso blog, já sabe que todos os dias estamos expostos a diferentes códigos maliciosos. A seguir, apresentamos as ameaças que mais se propagaram no mundo durante o mês de fevereiro, de acordo com as informações coletadas por meio do nosso sistema estatístico ESET LiveGrid:

1.    HTML/ScrInject

Porcentagem total de detecções: 7.8%
Detecção geral de páginas HTML que possuem um script escondido ou Iframe que redireciona automaticamente para o download do malware.

2.    JS/Adware.Agent.AA

Porcentagem total de detecções: 5.64%
Essa detecção corresponde a códigos maliciosos feitos no javascript que redirecionam a publicidades e propagandas. Elas podem gerar comportamentos indesejados, como a abertura de pop-ups e janelas no navegador, e em alguns casos a instalação de outras famílias de malware.

3.    SMB/Exploit.DoublePulsar

Porcentagem total de detecções: 3.35%
SMB/Exploit.DoublePulsar é nossa detecção que impede a exploração de sistemas vulneráveis por Win32/Exploit.CVE-2017-0147.A, Win32/Filecoder.WannaCryptor malware.

4.    JS/Adware.Agent.AF

Porcentagem total de detecções: 2.91%
Como todas as detecções .Agent, esse nome se aplica aos códigos maliciosos feitos em javascript que redirecionam a publicidades e propagandas. Eles podem gerar comportamentos indesejados, como pop-ups e janelas, e em alguns casos a instalação de outras famílias de malware.

5.    JS/Kryptik.CO

Porcentagem total de detecções: 1.59%
Corresponde a um JavaScript malicioso que utiliza a ofuscação para evitar as detecções, gerando variantes que parecem diferentes, mas realizam a mesma atividade e dificultam sua análise.

6.    JS/Adware.Agent.X

Porcentagem total de detecções: 1.59%
Como todas as detecções .Agent, esse nome se aplica aos códigos maliciosos feitos em javascript que redirecionam a publicidades e propagandas. Eles podem gerar comportamentos indesejados, como pop-ups e janelas, e em alguns casos a instalação de outras famílias de malware.

7.    JS/CoinMiner

Porcentagem total de detecções: 1.58%
É um script que realiza a mineração de criptomoedas sem o conhecimento do usuário. Os scripts podem ser encontrados em sites maliciosos e podem ser acessados por meio de propagandas ou em sites que foram violados para inclui-lo.

8.    Win32/Exploit.CVE-2017-11882

Porcentagem total de detecções: 1.47%
A detecção corresponde a um Exploit enviado por e-mail. Chega como um arquivo enviado por outro malware ou baixado por usuários, sem seu conhecimento, ao visitar sites malicioso. Executa os arquivos baixados.

9.    PDF/Phishing

Porcentagem total de detecções: 1.41%
A detecção corresponde a um trojan criado para parecer um arquivo legítimo, que funciona na verdade como um meio de entrega de programas maliciosos.

10. Win32/GenKryptik

Porcentagem total de detecções: 1.3%
É uma campanha de propagação que começou a ser detectada em dezembro de 2018 e que instala outras ameaças, como software espião, no equipamento infectado.

Se você deseja conhecer as últimas notícias e conselhos sobre segurança da informação, obter acesso a artigos e conteúdos desse tema, não se esqueça de visitar nosso portal WeLiveSecurity, em português.